O Predador


Senhoras e senhores vocês sabem como se camuflar e fugir da caçada de um Predador? Preparem vossos banhos de lama, pois The Predator (o Predador, em português), filme da 20th Century Fox vem aí. Dirigido por Shane Black, o longa, que resgata uma das franquias da década de 1980, entra em cartaz nas salas de cinemas de todo o país nesta quinta-feira, 13 de setembro.

A história se inicia por uma disputa interespacial com objetivo de encontrar na galáxia novas espécies que tornem os Predadores ainda mais letais, inteligentes e mais fortes. As batalhas dentro da própria raça ocasionam confrontos enormes e, acidentalmente, um jovem causa o retorno de uma das naves para a Terra. A partir daí, a narrativa se desenvolve e nos leva a conhecer Quinn McKenna (Boyd Holbrook) que, junto com ex-soldados desajustados e uma cientista precisam descobrir as motivações do Predador no planeta e, eventualmente, como salvar a humanidade do extermínio.

Trailer

Ao longo dos 107 minutos de filme, a história consegue envolver o suficiente para que o espectador não fique preocupado com tempo sentado na cadeira. A produção apresenta elementos de mistério, ação, aventura, suspense e até faz uma referência ou outra aos filmes antigos (e também ao mais recente, ‘Alien vs. Predador’).

A direção de Shane Black (Iron Man 3) traz uma visão aprimorada e mais tecnológica do antagonista, o que torna os momentos de ação bem mais interessantes. Os cortes de imagem, os takes feitos para dar sensação de proximidade ou distanciamento e a própria maneira de conduzir a produção, tornam a obra bastante interessante e agradável de se assistir.

A paleta de cores foi bem escolhida e os momentos a noite apresentam pontos de destaque, os momentos no laboratórios são uma mescla de branco com verde (talvez para dar sensação de sangue alienígena) e os pontos durante o dia também são bem enquadrados.


Muito antes do filme ser lançado, uma das coisas que mais se ouvia falar era do elenco e de como eles pareciam estar entrosados. E realmente isso se mostra bem aqui. Tudo começa a ficar mais claro quando Quinn McKenna encontra os outros ex-soldados no ônibus e começa a conhecer o futuro time, os diálogos estabelecidos entre ele e Nebraska Williams (Trevante Rhodes), Coyle (Keegan-Michael Key), Baxley (Thomas Jane), Lynch (Alfie Allen) e Nettles (Augusto Aguilera) parecem ter sido muito bem pensados, colocados e, de fato, atingem o objetivo que é entreter e fazer rir. (Aliás, nesse momento, parece até que o filme é de comédia… e isso não foi uma crítica com teor negativo). Também estão muito bons os diálogos entre McKenna e seu filho Rory (Jacob Trembley), com a esposa Emily (Yvonne Strahovski) e com a cientista Casey Bracket (Olivia Munn).

De maneira geral, as atuações conquistam, mas observa-se que, novamente, deram um papel de criança excepcional para o pequeno Jacob ( e ele faz o personagem muito bem). Contudo, das performances do ator mirim, esta aparenta ser a menos expressiva. No caso de Olivia Munn, ela consegue convencer como cientista, mas é possível ficar um pouco perdido com todas as skills militares que ela apresenta (pois seu background não é apresentado) e, por fim, temos o antagonista Traeger (Sterling K. Brown), que atua muito bem, apesar da carregada de tiques e pontos incômodos. O fato é que o antagonista em si não conseguiu convencer em suas motivações e acaba que fica-se com a impressão de um cara tremendamente pé no saco.

O roteiro de Fred Dekker e Shane Black funciona bem e a história até consegue ser bastante compreensível, mas sente-se falta de uma melhor construção dos personagens (ainda que algumas inserções sejam feitas ao longo da trama). Há diálogos, sobretudo do meio fim do terceiro ato, que se mostram desnecessários e passíveis de exclusão e, de maneira geral, o final acaba sendo a parte mais desinteressante da película, mesmo que esta tenha um resultado final ok.



Ficha Técnica: The Predator, 2018. Direção: Shane Black. Roteiro: Shane Black, Fred Dekker — baseado nos personagens de Jim Thomas e John Thomas. Elenco: Alfie Allen, Andrew Jenkins, Augusto Aguilera, Boyd Holbrook, Crystal Mudry, Edward James Olmos, Inka Malovic, Jacob Tremblay, Jake Busey, Keegan-Michael Key, Lochlyn Munro, Niall Matter, Olivia Munn, Patrick Sabongui, Paul Lazenby, RJ Fetherstonhaugh, Sterling K. Brown, Thomas Jane, Trevante Rhodes, Yvonne Strahovski. Trilha Sonora Original: Henry Jackman. Gênero: Ação, Ficção científica. Direção de arte: Ravi Bansal, Michael Diner, Shannon Grover, Andrew Li, Peter Mihaichuk, David Scott, Callum Webster, Loic Zimmermann. Fotografia: Larry Fong. Nacionalidade: Eua. Edição: Harry B. Miller III. Distribuidor: Fox Filmes. Duração: 107min.

A fotografia do filme é muito bacana, sobretudo os momentos onde mostraram a galáxia e os momentos de close e foco na nave. Há alguns pontos onde se foca os itens que referenciam o predador (bracelete, capacete e pistolinha), além de trazer takes panorâmicos bem manejados.

Em resumo: O Predador é um filme de ação/aventura/comédia/suspense bem divertido, que pode surpreender, todavia, alguns deslizes são perceptíveis. Há menção a filmes anteriores, resgatando memórias, e funciona muito bem como um “reboot” da série. As atuações não são excepcionais mas cumprem o papel estabelecido pelo roteiro e pela coordenação do diretor. Vale como uma boa experiência de fim de semana e você nem vai precisar assistir aquela coisa horrível que foi o filme de 1990.

Nota: 3,8/5

13 de Setembro nos cinemas.
---------------------------------------------



Sobre o autor:
I’m Batman (Bem que gostaria). Chamo-me Leandro, tenho 27 anos e sou jornalista desde 2012. Atualmente estudo Design de Interiores e Letras Língua Inglesa. Gosto de games, de livros e não dispenso uma boa conversa. A cultura pop é um interesse que tem crescido cada vez mais em mim e, por isso, tenho buscado entender mais e falar sobre.Adoro séries e fazer maratona não é nada difícil para mim. E por falar em maratona, também sou apaixonado por esportes. =D

Escrito por staff

    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comments:

Postar um comentário

Pode falar. Nós retribuímos os comentários e respondemos qualquer dúvida. :)