Angry Birds 2 - O Filme



A franquia Angry Birds, o poderoso jogo para celulares que surgiu em 2009, mas que virou febre apenas após a popularização dos smartphones, acaba de ganhar mais um filme. Continuação direta do conflito do primeiro filme, em que pássaros e porcos disputam pela segurança das ilhas onde moram do lado adversário, partimos numa jornada quase idêntica: a manutenção de suas soberanias contra um inimigo despersonalizado.

Red (dublado por Jason Sudeikis no original e Marcelo Adnet no Brasil) vive seu momento de glória depois de salvar a ilha dos porcos no primeiro filme e se agarra a isso com tudo que tem. Sua personalidade forte e explosiva sempre o deixou solitário entre os outros pássaros e ser celebrado por atos de heroísmo acaba se tornando a única maneira de se relacionar fora de seu grupo de amizades formado por Bomb (Danny McBride/Mauro Ramos) e Chuck (Josh Gad/Fábio Porchat).

Angry Birds 2 vem com uma 'moral' muito comum em obras para o público infantil. Red precisa aprender a viver em grupo por conta própria, vendo as qualidades dos companheiros e notando que somos “sempre mais fortes juntos”. Quando uma ameaça externa se torna um perigo para os pássaros e para os porcos, ele tem a necessidade e a oportunidade de confrontar os próprios preconceitos e zonas de conforto.

Trailer
Ficha Técnica


Título original e ano: The Angry Bird Movie 2, 2019. Direção: Thurop Van Orman e John Rice. Roteiro: Peter Ackerman, Eyal Podell e Jonatho E. Stewart. Voze Originais: Jason Sudeikis, Josh Gad, Leslie Jones, Bill Hader, Rachel Bloom, Awkwafina, Sterling K. Brown, Eugenio Derbez, Tiffany Haddish, Danny McBride, Peter Dinklage, Pete Davidson. Vozes Dubladas: Fábio Porchat, Dani Calabresa, Marcelo Adnet, Monica Rossi, Guilherme Briggs, Pamela Rodrigues, Mariana Torres, Duda Espinoza, Mauro Ramos, Márcio Simões, Duda Ribeiro, Hércules Franco, Márcio Dondi, Carla Pompílio. Gênero: Animação, aventura. Nacionalidade: EUA. Trilha Sonora Original: Heitor Pereira. Edição: Kent Beyda e Ally Garrett. Fotografia: Tom Bruno Jr. e Simon Dunsdon. Supervisor de Efeitos Especiais: R. Stirling Duguid. Distribução: Sony Pcitures. Duração: 01h37min.

A mensagem é batida, mas importante para um público que está aprendendo a se socializar em novos espaços de convívio, como a escola. O tom das piadas – comédia física e muitas tentativas de criar um clima com referências pop – é simples e vai sempre direto ao ponto. Assim como a narrativa que estabelece de prontidão heróis, vilões, novas relações, planos, descoberta de segredos. Tal simplicidade nos dá a impressão de um filme direcionado a crianças muito pequenas – diferente de filmes da Disney que acertam crianças de 5 a 9 anos, mas também miram as que já estão prestes a entrar na adolescência.

Mas assim como as crianças, público-alvo da produção, estão prontas para aprender sobre o mundo na escola e em suas vidas cotidianas, elas também aprendem a assimilar narrativas e produtos culturais. Nesse sentido, a animação falha em apresentar modos originais de contar histórias. Toda a estrutura de planos elaborados, uso de tecnologias mirabolantes e embate final com o vilão imita um jeito Marvel de conduzir os conflitos. É algo esperado de um filme baseado em videogame, mas tudo no longa gira em torno dessa familiaridade com o mainstream. Por sua vez, este também parece estar numa pressa para que surjam coisas novas o tempo todo, quase que pop-ups de funções e estatísticas que pulam na tela durante uma partida de game, algo muito coerente com a velocidade de informação na qual essa geração nascida na era da internet consome conteúdo.

 

Angry Birds 2 é um filme que sabe muito bem o que quer e como chegar a esse ponto. Com momentos engraçados e algumas saídas previsíveis, mas divertidas, a animação segue um caminho fácil e sem muito coração. Assim como o jogo em que foi baseado, sua continuação vem como um produto instantâneo que surge para nos alegrar enquanto estamos prestando atenção, mas assim que desviamos o olhar, some completamente.

HOJE NOS CINEMAS

Escrito por Maurício Ferreira

    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comments:

Postar um comentário

Pode falar. Nós retribuímos os comentários e respondemos qualquer dúvida. :)