A Garota e a Aranha | 45ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo


Competição de Novos Diretores - Vencedor do Prêmio da Crítica e de melhor direção na seção Encontros do Festival de Berlim.

O drama suíço "A Garota e a Aranha" foi lançado em 2021 no Festival de Cinema de Berlim. Aliás, os diretores e roteiristas Ramon Zücher e Silvan Zülcher receberam o prêmio na categoria de "Melhor Direção".

No elenco temos: Henriette Confurius (Mara), Liliane Amuat (Lisa), Ursina Lardi (Astrid), Flurin Giger (Jan), André Hennicke (Jurek), Ivan Georgiev (Markus), Dagma Litzenberger-Vinet (Kerstin), Lea Draeger (Nora) e Sabine Timoteo (Karen).

O foco central da trama está na mudança de Lisa, que dividia o mesmo espaço com Mara. Não fica explícito se elas formavam um casal, ou eram apenas companheiras de apartamento, mas há uma tensão emocional entre as duas. O fato é que Lisa está de mudança para um novo apartamento e Mara não fará parte da nova história.

Tudo se passa em um curto espaço de tempo, dois ou três dias, mas com tamanha intensidade que parecem as situações decorrerem em um período maior. É como se tudo acontecesse e também não. Há metafóras e subjetividade. Um drama psicológico em uma esfera definida.

O novo apartamento está sendo montado. O instalador de móveis Jurek e seu ajudante dividem o lugar com as garotas. Logo chega a mãe Astrid para dar "palpites de mãe", mas o pai nunca chega. Percebe-se uma atração entre Astrid e Jurek.

Começa um entra e sai de vizinha, cachorros, crianças, gato, amigos. Todos tentam ajudar, mas mais atrapalham. Chega a incomodar a falta de privacidade. Muita agitação para nada. Mara, em um gesto de afeto, imprimiu a planta baixa do novo apartamento. Lisa parece não dar o devido valor. O papel fica por ali e vai sendo riscado, desenhado, molhado. Demonstrando que nada é definitivo, tudo muda constantemente.

Em outro momento, os móveis e objetos de Lisa precisam ser retiradas do antigo apartamento. E novamente é uma agitação de amigos, vizinhos, ajudantes, misturando flertes e insinuações com tentativas de ajuda. Muitos estão ali sem um propósito definido. E Mara fica de lá para cá "mais perdida que cão em dia de mudança". Seus sentimentos se alternam entre recordações, devaneios e flertes. São muitas pessoas e sentimentos para recintos tão reduzidos.


Ficha Técnica

Título original e ano: Das Mädchen Und Die Spinne, 2021. Direção e roteiro: Ramon Zürcher, Silvan Zürcher. Elenco: Henriette Confurius, Liliane Amuat, Ursina Lardi, Flurin Giger, André M. Hennicke, Ivan Georgiev. Gênero: Drama. Nacionalidade: Suíça. Duração: 98 min

Barulhos, portas batendo. objetos quebrando, cachorros roubando coisas, o gato que foge e traz à lembrança as histórias da senhora idosa que vive sozinha no andar de cima. 

Os operários da obra em frente são observados, a garota da loja repõe a prateleira em movimentos mecânicos. Há uma festa de despedida de Lisa, e os pares se alternam sem julgamentos ou críticas. A mudança do ambiente é o espelho das alterações psicológicas de cada personagem. As narrativas se sucedem como uma teia de relações. Entretanto não há uma história que nos faça criar algum vínculo emocional com Mara e Lisa. Talvez por elas também não terem um elo forte e significativo. E, como aquela aranha que passa de mão em mão sem se fixar, entrando e saindo dos lugares, a vida segue!

Se o roteiro pretendia destacar a angústia da mudança, do enfrentamento do novo, as dúvidas do recomeço. Foi muito bem sucedido. O filme é angustiante!!

Vinheta 45ª Mostra
 

Assista no MOSTRA PLAY, clique aqui.

SERVIÇO:
45ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo 
De 21 de Outubro a 03 de Novembro.
Presencial e Online

MOSTRA PLAY

São inúmeros títulos confirmados na Mostra Play, cada um deles terá um limite de visualizações então, corra para escolher o seu e assistir logo!

Serão oferecidos três pacotes exclusivos (não são válidos para nenhuma exibição presencial) e devem ser solicitados via e-mail (pacote_mostraplay@mostra.org). O pagamento deve ser realizado via transferência bancária. Quantidade e valores: 5 ingressos (R$ 57,00), 10 ingressos (R$ 105,00) ou 15 ingressos (R$ 150,00).

A programação da Mostra Play e das salas tem outro formato, isto se deve porque nem todos os filmes que estão disponíveis nas salas poderão ser assistidos também virtualmente. O ingresso individual para cada título da Mostra Play estará disponível a partir do domingo, 17 de outubro, custa R$ 12,00 e pode ser comprado diariamente no site https://mostraplay.mostra.org (pagamento por cartão de crédito das bandeiras visa ou mastercard). Após a compra, os filmes ficam disponíveis por 72 horas e, após o play, por 24 horas.

Escrito por Helen Nice

    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comments:

Postar um comentário

Pode falar. Nós retribuímos os comentários e respondemos qualquer dúvida. :)