Annette | 45ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

 

Perspectiva Internacional - Vencedor do prêmio de melhor direção no Festival de Cannes.

Farsa trágica grandiloquente, Annette é um excelente musical, para quem gosta do estilo de Leos Carax. Cenas surreais, artificiais e exageradas, emoções à flor da pele, atuações over e belos cenários e fotografias. Este diretor francês é extremamente original e todas suas obras atestam isso, numa filmografia do tipo ame ou odeie (eu amo!).

Sem seu ator ícone, Denis Lavant, o diretor francês desta vez elege como peças de seu tabuleiro de xadrez duas estrelas do cinema mundial: Adam Driver e Marion Cotillard. E que entrega deste elenco! Em atuações carregadas, os dois astros exacerbam suas emoções, gestuais e presença em um roteiro superlativo de amor, ódio e tragédia, coroado pela Annette, a filha do casal, uma criança desenhada em computação gráfica, artificial exatamente para chocar e incomodar o espectador.

Ficha Técnica

Título original e ano: Annette, 2021. Direção: Leos Carax. Roteiro: Leos Carax,  Ron Mael e Russell Mael. Elenco: Adam Driver, Marion Cotillard, Simon Helberg, Natalia Lafourcade, Angèle, Devyn McDowell. Nacionalidade: França, EUA. Gênero: Drama, Musical, Romance. Trilha Sonora Original: Ron Mael e Russell Mael. Fotografia: Caroline Champetier. Desenho de Som: Erwan Kerzanet, Katia Boutin, Maxence Dussere, Thomas Gauder, Paul Heymans. Montagem: Nelly Quettier. Distribuição: Mubi. Duração: 139min.
Adam Driver é Henry, um comediante de muito sucesso, daqueles que se apresentam em teatros lotados, com shows de stand-up. Marion Cotillard é uma cantora de ópera, também de muito êxito e prestígio. Inusitadamente, estes artistas tão diferentes se apaixonam e se casam, para deleite da mídia e dos tabloides. Após o nascimento da filha Annette, o bebê cgi, o lado obscuro do Henry aflora e sua carreira é destruída devido a insegurança e ciúme de sua linda mulher. Eventos trágicos então se sucedem, destruindo a tudo e a todos.

Annette brilha como solução para tudo. Esta criança mágica, sob efeito das luzes, canta e levita como uma fada. Torna-se uma estrela mundial, chamariz para milhões de dólares. Até que...

Sem revelar spoilers, o filme é uma farsa. Então não leve nada a sério e ao pé da letra. Seu exagero proposital vai levar a muitas gargalhadas. Tudo muito artificial e fake! Os números musicais são excelentes, sempre vários tons acima da média, emoções levadas ao extremo. Mas essa é a proposta do diretor, e toda os aspectos técnicos são utilizados de maneira eficiente para criar essa ilusão. Fazendo uma analogia simplória, temos aqui um brega chique. Assistam mais esse filme da 45ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e saiam cantarolando as canções deste musical! 

Nota: 8/10.


Vinheta 45ª Mostra de SP


SERVIÇO:
45ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo 
De 21 de Outubro a 03 de Novembro.
Presencial e Online

Repescagem até o dia 07 de Novembro.

Escrito por Marcelino Nobrega

    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comments:

Postar um comentário

Pode falar. Nós retribuímos os comentários e respondemos qualquer dúvida. :)