Jurassic World - Reino Ameaçado (3D)


Reviver uma franquia de sucesso não é algo tão difícil se você tem os criadores por trás de tudo. Ainda assim, por mais que o projeto tenha sucesso nas bilheterias isto não revela que ele tem lá uma qualidade muito superior ao que já se viu antes.

Com o mundo dos dinossauros que Steven Spielberg criou, lá em 1993, acontece bastante isso. Principalmente porque a nova jornada dos humanos meio ao cultivo do parque e suas atrações não se diferem muito do que vimos e, apesar de usar uma tecnologia ainda mais avançada para dar vida a esses monstrões, o projeto chega ao público insosso e claramente com apenas uma intenção: a de faturar.

Jurassic Park e suas duas continuações traziam aos fãs de Spielberg (que dirigiu apenas os dois primeiros, mas se manteve na produção do terceiro) muita aventura, sustinhos e até agonia. Por sua vez, 'Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros', lançado em 2016, (resenha aqui) e o debutante 'Jurassic World - Reino Ameaçado' trabalham o desejo dos fãs de outra forma. Renovam muito daquele mundo nostálgico entregue antes, porém sem o colocar tão sério ou 'costuradinho' demais.

Para o novo filme, muda-se a direção, Colin Trevorrow passa a ser apenas roteirista, e J.A. Bayona (O Impossível) assume o leme. Estão de volta os astros  Chris Pratt e Bryce Dallas Howard e o ator Jeff Goldblum faz uma pequena participação.

Trailer



Após o caos que se instaurou no parque dos dinossauros, os humanos deixaram a ilha nublar e tudo o que nela habita a deus dará. Três anos se passaram e a natureza ali começou a repetir acontecimentos passados e eliminar aquelas criaturas. Tudo com a ajuda de um vulcão que entrou em erupção. Diante da situação, a sociedade se pergunta se deixará que os animais fiquem extintos novamente ou se farão algo para salva-los. Claire (Dallas Howard), a moça que era responsável pela ilha até sua evacuação, agora comanda uma instituição não governamental que luta pela vida dos dinossauros e está em busca de apoio para resgata-los e colocá-los em segurança. Para isso, convoca a ajuda de Owen (Pratt), o treinador dos bichos por quem claramente tem uma queda.


As cenas com os dinossauros são ainda mais íncriveis do que em 1993

O roteiro trabalha os aspectos contemporâneos de forma inteligente. Fala da situação com contexto político e contesta a eliminação dos dinossauros com pitadas do código de direitos humanos. Há tempo para o romance dos protagonistas, para personagens clichês medrosos e valentões, para empresários gananciosos e famílias destruídas, para a ciência e também para a exibição de criaturas aterrorizantes que nos deixam maravilhados.

Há de tudo um pouco aqui, drama, aventura, romance, até referências aos outros filmes. Só não há muita destreza em construir um enredo mais temperado e completo.

Aqui estou eu, falando de dinossauros novamente. Eles estavam aqui antes de nós. Iam Malcom (Goldblum)


A química entre os personagens de Pratt e Dallas Howard é visível, mas o romance entedia. Temos novos antagonistas interpretados por James Crowwell, Isabella Sermon, Rafe Spall e Toby Jones, e alguns deles são conectados ao passado do parque, outros apenas estão interessados no lucro que os seus habitantes podem gerar.

O longa deixa várias pontas soltas, não conclui alguns arcos que inicia e também faz crer que haverá um terceiro filme (opa, e é provável que seja em 2021).

''Se eu não voltar, lembre-se que foi você que me fez voltar aqui''. ''Eu ficarei bem''.

Bayona tem na sua filmografia projetos muito interessantes. Dirigiu o emocionante ''O Impossível'' e também o comentado ''Sete Minutos Depois da Meia Noite''. Aqui entrega o que é pedido dele, tentar tirar todo o carisma possível dos protagonistas e colocar na tela. Além disso, temos imagens lindíssimas do que não é CGI e do que é também - palmar a equipe de efeitos especiais. 


A trilha sonora traz de volta o tema clássico da franquia e tem a assinatura de Michael Giacchino.




Ficha Técnica: Jurassic World- Reino Ameaçado, 2018. Direção: J.A Bayona. Roteiro: Colin Trevorrow e Derek Connolly - baseado na trama do livro 'Jurassic Park' de Michael CrichtonElenco: Chris Pratt, Bryce Dallas Howard, Jeff Goldblum, Daniela Pineda, Toby Jones, Isabella Sermon, James Cromwell, Geraldine Chaplin, Rafe Spall e BD Wong. Gênero: Aventura, Scifi, Ação. Distribuidora: Universal Pictures do Brasil. Nacionalidade: Eua. Trilha Sonora: Michael Giacchino. Duração: 2h08min.


Vá sem expectativas que não terá problema em se emburrecer.
Não recomendado para menores de 12 anos


Avaliação:  Dois dinossauros orgulhosos e falastrões (2/5).

Pré-estreias a partir de 14 de Junho e estréia oficial prevista para 21 de junho !

See Ya!

















B-

Escrito por Bárbara Kruczyński

    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comments:

Postar um comentário

Pode falar. Nós retribuímos os comentários e respondemos qualquer dúvida. :)