Emma E As Cores Da Vida

Escuridão total e apenas vozes nos guiam por alguns minutos no inicio do longa italiano 'Il colore nascosto delle cose'', do diretor Silvio Soldini - no Brasil, o título ganhou a tradução para "Emma E As Cores Da Vida". Passando este primeiro momento, as cortinas se abrem e faz se luz.
Percebemos que o breu se devia a um tipo de evento às cegas onde pessoas que enxergam perfeitamente bem experimentam as sensações da privação da visão. Um homem elogia a bela voz de uma mulher e todos seguem  com suas vidas. Este último é o publicitário Teo (Adriano Giannini), um mulherengo sem noção, com uma vida confortável, uma bela noiva preparando um apartamento incrível para morarem juntos (que ele evita mantendo seu pequeno apartamento de solteiro onde leva a amante casualmente). Teo parece enfrentar uma crise existencial que afeta sua criatividade e o deixa improdutivo no trabalho.
Trailer
 A mulher que recebera o elogio é Emma (Valéria Golino). Cega desde os 16 anos, ela trabalha como osteopata e nada a impede de levar uma vida ativa, praticar esporte, se divertir com os amigos e aproveitar a vida de solteira, já que se separou recentemente. Aliás, a vida de Emma tem mais cores que a de Teo, sem dúvida alguma.
O destino une seus caminhos novamente e é claro que Teo, desafiado por um amigo, cria um jogo de sedução para envolver Emma em sua vida fútil. O ponto positivo do filme é não mostrar os deficientes visuais como pessoas dependentes ou diferentes e Emma, que também tem uma amiga cega, é ainda mais segura do que se pode imaginar e ambas vivem normalmente a rotina de casa/trabalho sem se mostrarem incapazes.
 Ficha Técnica
Título Original: Il Colore nascosto delle cose, 2017. Direção: Silvio Soldini. Roteiro: Davide Lantieri, Doriana Leondeff, Silvio Soldini. Elenco: Valeria Golino, Adriano Giannini, Arianna Scommegna, Laura Adriani, Anna Ferzetti. Gênero: Romance. Nacionalidade: Itália. Fotografia: Matteo Cocco. Edição: Carlotta Cristiani, Giorgio Garini. Música: Gianluigi Carlone. Distribuição:Arteplex FilmesDuração: 115min.

 
É essa atitude perante a vida e independência que atraem Teo. Até a maneira como Emma "vê" as cores o inspira para uma nova campanha publicitária e o faz começar a perceber as belezas do mundo. O homem insensível que evita a própria família e não se prende emocionalmente um dia percebe uma planta sem água! Mudanças à vista!
Palmas a atriz Valéria Golino que está maravilhosa no papel e foi indicada ao "Oscar" italiano, o prêmio David de Donatello. Direção é delicada e atinge o que precisa.
Emma é assim um longa apaixonante, pois a personagem tem em uma alegria de viver única e percebe as cores da vida para além de uma visão comum. Um sentimento que só aqueles de alma sensível entendem. E aqui temos em mãos um filme para os românticos de plantão. O que possivelmente é algo positivo e pode levar ao cinema qualquer pessoa que queira fugir dos blockbusters em cartaz.

Muitos filmes que estreariam previamente no dia 27 de dezembro tiveram sua estreia adiantada para o dia 25, pois os cinemas estarão abertos no dia de Natal para que as famílias possam ir se divertir. É o caso de Emma E As Cores Da Vida que já consta na lista e indicamos que pensem em ir conferi-lo sim.

Escrito por Helen Nice

    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comments:

Postar um comentário

Pode falar. Nós retribuímos os comentários e respondemos qualquer dúvida. :)