Distribuição: Paris Filmes

O Ano de 1985



Escrito Por Yen Tan com história de Hutch e dirigido por Tan, “O Ano de 1985”, segue o período em que o jovem Adrian (Cory Michael Smith) retorna à sua cidade natal de Fort Worth, no sul dos Estados Unidos, para passar o Natal, após ter se mudado para Nova York há 3 anos. O estranhamento entre ele e seus pais é evidente desde a primeira cena; eles, extremamente conservadores (apesar de sua mãe ser secretamente democrata) e ele um homossexual não-assumido.

Trailer

Normalmente, filmes que trazem temas como a AIDS em sua narrativa tendem a focar nos aspectos físicos da doença; há quase sempre muita dedicação aos doentes que ficam aos poucos irreconhecíveis e morrem. Em “O Ano de 1985”, entretanto, não há morte. A AIDS é mostrada em relatos e como um fantasma que assombrava as pessoas naquela época. Adrian perdeu amigos, namorado, conhecidos; em um dado momento ele diz à sua amiga de infância Carly (Jamie Chung) que dentro de um ano aconteceram cerca de seis enterros.


Filmado em preto e branco, em 16mm “O Ano de 1985” faz com que cada cena pareça uma fotografia. O roteiro revela mais da história quando coloca seus personagens em silêncio; enquanto Adrian e seu pai, Dale Lester (Michael Chiklis), um ex-veterano de guerra e agora mecânico, bebem uma cerveja e, apesar de estarem próximos fisicamente, não sabem o que dizer um para o outro, ou ainda quando o silêncio de Adrian o impele diante do relato de seu irmão mais novo Andrew Lester (Aidan Langford) a lhe contar que o pai jogara todas as suas fitas da Madonna no lixo, e também entre Adrian e sua amiga de infância Carly (Jamie Chung) que ficam paralisado ao perceberem que retomar uma amizade é muito mais difícil do que eles imaginavam.


O final do filme, à primeira vista, pode parecer clichê, todavia, diante de tanta desesperança e sofrimento, ele busca oferecer uma perspectiva esperançosa ou conforto para alguns personagens, principalmente para o pequeno Andrew. Além disso, o filme consegue ser bem-sucedido porque não julga nenhum dos protagonistas e antagonistas; cada um tem seu conflito da mesma maneira que cada um tem sua parcela de responsabilidade, por menor que seja no caso de Adrian, no porquê desse distanciamento tão grande entre este e a família. Logo, “O Ano de 1985” consegue mergulhar nesse conflito familiar e revelar em qualquer cena suas contradições, o carinho que ainda resta mesmo diante de tanta estranheza e a angústia de toda uma geração que sofreu por conta da epidemia da AIDS.

Titulo original: 1985
Direção: Yen Tan. Roteiro: Yen Tan com argumentos de Hatchu. Estrelado por: Cory Michael Smith, Virginia Madsen, Michael Chiklis, Bill Heck e Jamie Chung.
| Estados Unidos | 2018 | 85 minutos | Drama
Distribuição: Supo Mungam Films



Programação de estreia do filme O ANO DE 1985, de 25 de Abril a 1 de Maio:


O PAULO
Espaço Itaú de Cinema Augusta
Cinesala

RIO DE JANEIRO
Estação NET Rio
Cine Laura Alvim

PORTO ALEGRE
Guion Cinemas

BELO HORIZONTE
Cinema Belas Artes

BRASÍLIA
Espaço Itaú de Cinema Brasília
Cine Cultura Liberty Mall

CURITIBA
Espaço Itaú de Cinema Curitiba

SALVADOR
Espaço Itaú de Cinema Salvador

FLORIANÓPOLIS
Paradigma Cine Arte

SANTOS
Espaço Santos Miramar


Escrito por Raísa Maris

    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comments:

Postar um comentário

Pode falar. Nós retribuímos os comentários e respondemos qualquer dúvida. :)