Onde Quer Que Você Esteja, de Bel Bechara e Sandro Serpa


Onde Quer Que Você Esteja é a adaptação para longa-metragem do curta que os diretores Bel Bechara e Sandro Serpa rodaram em 2003. Em ambos os filmes, a rádio Cidade Aberta apresenta o programa “Onde quer que você esteja” nas manhãs de sexta em que os familiares de pessoas desaparecidas leem mensagens na esperança de encontrá-las. 

Apesar da mesma premissa, o curta e o longa seguem caminhos muito diferentes. No curta vemos Waldir (Leonardo Medeiros) e Lúcia (Débora Duboc) se conhecendo e construindo uma intimidade no meio da espera pelos cônjuges desaparecidos, o filme se foca na relação frustrada e na confusão de sentimentos entre os dois. O mote dos desaparecimentos surge como desculpa para que se conheçam num momento delicado de suas vidas. Já o longa usa a rádio como superfície para um mosaico composto por vários personagens que dividem essa realidade. A história de Lúcia e Waldir é recontada, mas desta vez como um dos casos e divide o protagonismo com outros personagens. A história de amor dá lugar à dor da ausência. 

Na produção, todos os núcleos de personagens possuem experiências diferentes com seus parentes desaparecidos e precisam lidar com as causas especificas dessas circunstâncias. Quando usavam a rádio como locação e não como tema do filme, os diretores tinham um terreno muito mais simples para lidar. A tentativa de mosaico sobre um tema que envolve tantas possibilidades de explicação – violência urbana e sexual, abandono afetivo, solidão, depressão – dá ao longa uma responsabilidade maior do que ele pode suportar. 

Trailer


Ficha Técnica 
Título original e ano: Onde Quer Que Você Esteja, 20198. Direção e Roteiro: Bel Bechara e Sandro Serpa. Elenco: Débora Duboc, Leonardo Medeiros, Brenda Lígia, Rafael Maia, Cleide Queiroz, Érica Montanheiro, Sabrina Greve, Samuel de Assis, Rita Batata, Juliana Mesquita, Luiza Mesquita, Gilda Nomacce, Samya Pascotto, Lucas Wickhaus, Dagoberto Feliz, Eduardo Acaiabe, Robson Emílio, Rodrigo Caetano. Gênero: Drama, comédia. Nacionalidade: Brasil. Trilha Sonora Original: Andre Abujamra. Fotografia: Bel Bechara e Sandro Serpa. Edição: Bel Bechara e Sandro Serpa. Produção: Macondo Filmes. Distribuição: Boulevard Filmes . Duração: 101 min. Classificação: 10 anos.

Mas esses detalhes que dão vida a cada personagem nem sempre são trabalhados para que sintamos peso de suas decisões. Todos eles parecem tão fora de si e da realidade desde que perderam seus familiares que compramos suas ações mais por inércia do que por empatia. Roberto (Samuel de Assis), que foi abandonado pela esposa para cuidar do filho sozinho, parece tão desequilibrado pelo peso da responsabilidade que tudo que faz o tempo todo é ser grosso com os que cercam. Não conhecemos nem a essência do personagem nem os motivos da fuga de sua esposa. 

Tudo que une as peças do mosaico é a condição em comum, o que os leva a se conheceram na rádio. A espera para entrar no ar acaba sendo grande parte do que vemos na vida dessas pessoas, o que gera cenas longuíssimas de diálogos expositivos que andam em círculos e deixam o filme com a sensação de ser mais longo do que é. 



O trunfo da película são algumas das atuações, como a de Leonardo Medeiros fazendo um Waldir perdido e à deriva. Sabrina Greve interpreta Zélia, uma personagem que a princípio dá a impressão que sobra no meio dos outros, já que ela procura alguém com quem apenas perdeu o contato e não que está desaparecida propriamente. Mas a simpatia de Zélia acaba por fazê-la uma das personagens mais interessantes de acompanhar.

Onde Quer que Você Esteja é uma trama irregular sobre assuntos mais sérios do que a própria produção decide admitir. Apesar disso tudo, é uma obra afetuoso e que demonstra ambição por parte dos diretores ao criarem e resolverem tantos conflitos que são apresentados. Como primeira ficção em longa-metragem, e que assim aparenta mesma, Bel Bechara e Sandro Serpa se jogam num terreno perigoso, mas ambicioso.

HOJE NOS CINEMAS

Escrito por Maurício Ferreira

    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comments:

Postar um comentário

Pode falar. Nós retribuímos os comentários e respondemos qualquer dúvida. :)