Listão 2021 - Parte III

 

E, claro, não podia faltar os livros favoritos do Vitor nesse ano de tanto aprendizado. E o Marcelino também se animou em contar o que mais curtiu ler esse ano.

Vitor


    • Gente Ansiosa – Fredrik Backman
368pags. Tradução: Maira Parula. Ficcção Estrangeira, Romance. Editora Rocco.


Eu precisava muito ler uma história como essa. Em meio a tanta insensibilidade, egoísmo e preconceito, é bom ser lembrado de que o ser humano também é capaz de bondade. Ser lembrado de que estamos todos em uma jornada, cometendo erros, batalhando demônios internos; procurando amor, entendimento e pertencimento.

A história acompanha 8 pessoas que se tornam reféns em um apartamento a venda após uma pessoa tentar roubar um banco (que não tinha dinheiro) e invadir o local para se esconder. O livro tem uma estrutura muito dinâmica, expondo de forma não linear o que aconteceu no apartamento, a investigação da polícia e os dramas pessoais de cada personagem. Descobrimos que as coisas são sempre mais complexas do que parecem. É um livro que, ao te fazer se importar com os personagens, te desafia a examinar sua própria vida e refletir o quão empáticos conseguimos ser em nosso dia a dia.

Fredrik escreve com imensa sensibilidade, mas também um humor que surpreende. Em alguns momentos eu estava rindo e logo depois parecia ter aquele nó na garganta e uma vontade de chorar. A narrativa também guarda surpresas, com pequenos plot twists que só aumentam o engajamento na leitura. Foi uma leitura que me emocionou e inspirou.


    • O Filho de Mil Homens - Valter Hugo Mãe


Eu sempre lia comentários sobre este livro e este ano finalmente decidi parar de adiar a leitura. Que livro bem escrito e emocionante. Cada palavra é mágica. Consegue atingir sua alma com profundidade. Me fez muito a pensar sobre solidão, amor, família e felicidade. A obra é centrada na formação de uma família improvável composta por Crisóstomo, um pescador solitário que sempre quis ter um filho, o órfão Camilo e Isaura, uma mulher manchada aos olhos da cidade.











    • Malibu Renasce – Taylor Jenkins Reid
360 pags. Tradução: Alexandre Boide. Editora: Companhia das Letras.


Este ano consegui ler toda a bibliografia da Taylor. É incrível o talento que essa mulher tem para construir personagens que parecem reais. Malibu Renasce tem uma construção dinâmica, além de personagens marcantes. Ele é divido em duas partes. Na primeira, conta a história de vida dos irmãos Riva: Nina, Hud, Jay e Kit. Abandonados pelo pai famoso e tendo perdido a mãe em situação trágica, eles foram obrigados a se virarem para superar as dificuldades. A narrativa flui com facilidade e logo você se vê envolvido pela trama e cria afeição pelos personagens. Na segunda parte, a narrativa muda. Se foca em apenas uma noite. A ação vai se desenrolando quase como em um capítulo de novela. Você sente como se houvesse uma câmera passando pelos cômodos, conferindo o que cada um está fazendo e os conflitos que estão surgindo. As coisas vão se desenrolando como dominós caindo. É uma leitura fluida e muito envolvente.




MARCELINO

    • Torto Arado - Itamar Vieira Júnior
251 pags. Editora Todavia.



Saga de duas irmãs quilombolas unidas por uma grave tragédia da infância. Protagonistas femininas nas terras da Chapada Diamantina, onde escravização, luta por terra, religiões espiritualistas de matriz africana são o recheio de linda estória de amor à terra e à vida. Livro que já nasceu clássico da literatura brasileira.






    • Duna - Frank Herbert


Transplante a luta por controle de uma droga poderosa para o futuro, isto é o resumo de Duna. Junte uma pegada ecológica de vida no deserto, monstros terríveis em um planeta árido, impérios e lutas pelo poder e crie um mundo completamente novo, ao mesmo tempo familiar, onde o leitor facilmente se identifica.









    • Tomie - Junji Ito

Mangá japonês de altíssima qualidade! Assuste-se com um terror refinado e impactante, onde uma linda Tomie leva homens, mulheres e crianças a assassinatos, suicídios e mutilações. Os desenhos são terríveis, realmente causam medo! O terror tem um novo mestre!









Para fechar nosso post de livros, não esqueçam que temos um Clube do Livro voltado para clássicos e ano que vem estaremos em formato hibrido - com encontros virtuais e presenciais. Mais informações no Instagram do Clube (clique aqui).


That's all Folks!

Editado por
Barbara Kruczynski

Escrito por staff

    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comments:

Postar um comentário

Pode falar. Nós retribuímos os comentários e respondemos qualquer dúvida. :)